Loteamentos
e Incorporação
Av. Higienópolis, 70
Londrina - PR
Segunda à sexta-feira
8h - 18h | Sáb 8h - 12h
Atendimento
(43) 3373-7979

Como Plantar Tomates em Vasos e ter sua Própria Horta em Casa

Saiba como cultivar tomates e as principais dicas sobre tipos, plantios e cuidados com a planta!

Você já pensou em cultivar seus próprios tomates saborosos e livres de agrotóxicos dentro de casa? Pois saiba que isso é uma ótima alternativa para ter frutos bons e saudáveis sempre à mão!

Já falamos anteriormente dos benefícios do consumo de tomate e o quanto ele faz bem para a saúde. Se você não viu ainda, corre lá, garanto que você vai se surpreender! E mais, dá pra plantar toda essa saúde na sua própria casa. Não é incrível?

Quem já teve a oportunidade de ver um tomateiro deve estar pensando que eles são espaçosos e gostam de crescer, o que certamente tornaria impossível seu cultivo dentro de casa. Ainda mais para quem mora em locais pequenos, né? Muita calma nessa hora!

Vamos mostrar que dá pra plantar o tomate dentro de casa montando sua própria horta com todos os cuidados e atenção que a plantinha requer! Vamos falar dos tipos de tomate, locais para plantio, melhores condições para o desenvolvimento da planta e tudo o que você precisa saber para ter o seu tomateiro em casa.

E isso tudo você confere agora! Vamos nessa?

 

Principais tipos de tomate – qual escolher?

Bom, antes de mais nada, para iniciar o cultivo é necessário primeiramente escolher qual o tipo de tomate você deseja plantar. Existem espécies que são maiores, outras que são mais demoradas para crescer e maturar e por aí vai.

Os mais comuns são os tomates coração de boi, que são aqueles maiores e bastante carnudos que geralmente a gente usa em saladas, fatiado em rodelas nos lanches e etc.

Como essa é a maior espécie, saiba que seu vaso não pode ser tão pequeno, ok? Um outro detalhe é que o tempo para a colheita dele é de cerca de 60 a 90 dias após o plantio.

 

Tomate Coração de Boi

O tomate coração de boi é o maior deles: suculento e delicioso! (Foto: Dream Garden Brasil)

 

 

Além desse, há também o tomate redondo, que é aquele mais arredondado com um pequeno caule e folhas mais espetadinhas. Ele é um pouco menor que o coração de boi, mas muito suculento e saboroso. Entre 70 e 80 dias é o tempo estimado para a colheita dessa espécie.

 

Tomate Redondo, suculento para molhos

O tomate redondo tem uma folhagem característica. (Foto: Gourmets Amadores)

 

Uma outra variação é o tomate chucha, que são aqueles mais compridos e alongados, sabe? Este fruto é um tanto menos carnudo, sem tanto suco e acidez. Ele produz menos sementes também, então é ótimo para ser utilizado em molhos! Seu tempo de colheita é de aproximadamente 75 dias.

 

 

Tomate Chucha, utilizado em molhos

Com um formato mais achatado e alongado, o tomate chucha é menos ácido e muito indicado para molhos. (Foto: Hortafina)

 

E por fim, aquele que é quase um xodó entre as espécies: o tomate-cereja, ou também conhecido como tomate-uva. Ele é bem menor que os outros, parece uma miniatura de tomate. Mas só no tamanho, viu? Porque no sabor ele é bem grande!

Esta espécie é a menos ácida entre as demais e por isso, e também pela aparência, é um dos mais utilizados em saladas e aperitivos. Entre 65 e 70 dias já começam a surgir os primeiros frutos deste cultivo que não necessita de vasos muito grandes e nem tanto espaço quanto as outras espécies.

 

Tomate Cereja, utilizado para petiscos

Muito utilizado para petiscos, o tomate-cereja tem um sabor levemente adocicado. (Foto: Studio Floral Dora Santoro)

 

Para nenhuma das variações é exigido um vaso exageradamente grande, mas é importante que ele abrigue com tranquilidade as raízes do tomateiro. Então é preciso que ele seja relativamente largo e fundo para isso.

Com a sua opção feita, vamos descobrir o que favorece o cultivo?

 

Condições ideais para o plantio do tomate

Depois de escolher seu cultivo, é importante verificar onde você poderá colocar o vaso. Esse é um detalhe importante, porque sem as condições ideais seu plantio não terá resultados.

O espaço não é o mais importante, embora seja verdade que os tomateiros sejam espaçosos. Tendo um local onde eles possam se apoiar, eles crescerão verticalmente sem precisar tomar conta de todos os cômodos como em uma verdadeira plantação de tomate num sítio, por exemplo.

Um espaço de cerca de 30 cm de diâmetro para cada tomateiro é suficiente para que eles cresçam e deem frutos bons e saudáveis. Então separe esse cantinho para ele na sua casa e escolha um vaso compatível com o tamanho da espécie que você quiser cultivar para não ter problemas com o desenvolvimento da planta.

Um fator importantíssimo no local escolhido é que há necessidade de receber luz natural por pelo menos 4 horas por dia. Se você tiver uma sacada ou uma varanda, maravilha. Se não tiver, um local próximo a uma janela que receba luminosidade por esse período é suficiente.

 

Condições ideais para o plantio do tomate

Para um crescimento saudável, reserve um espaço com bastante incidência de luz solar ao tomateiro.

 

Além de gostar muito de luz, os tomates gostam de água. Então independente do cultivo escolhido, faça as regas regulares para que a raiz da planta esteja sempre úmida, mesmo que a superfície da terra não esteja.

Para cada fase há um tipo de rega é indicado. Para as mudas, receber água todas as manhãs propiciará um desenvolvimento mais rápido e saudável. Quando já estiver crescido, três vezes por semana é o suficiente.

Aguar demais a planta pode encharcar suas raízes também, então é necessário cuidado com os excessos. O tomateiro é uma planta delicada, até mesmo com suas folhas, que não gostam de receber muita água diretamente sobre elas.

Com essas dicas em mente, hora de plantar!

 

Como plantar o cultivo no vaso

O primeiro passo na hora de plantar, após escolher o vaso e o local onde será colocado, é trabalhar o solo. O tomate é um fruto que, para crescer saudável, precisa de solo fértil e bem fofo, solto.

Não se esqueça de que o seu vaso ou jardineira precisa ter orifícios para que a água escorra após as regas. Um outro detalhe que ajuda bastante na drenagem é preencher o fundo do vaso com bolinhas de argila expandida ou até mesmo pedra brita.

Feito isso, remexa bastante o solo para que fique solto, adicionando adubo orgânico, que é uma das coisas que auxilia muito no crescimento da planta. Regue sem deixar encharcado, apenas para umedecer.

 

A terra precisa estar sempre fofa, aerada, úmida e fertilizada para plantar o tomate

A terra precisa estar sempre fofa, aerada, úmida e fertilizada para o desenvolvimento das plantas. (Foto: Forum Pimentas)

 

Com a terra preparada, vamos ao tomateiro! Há duas opções de plantio: mudas ou sementes. As sementes precisam de um espaço de pelo menos 3 cm entre cada uma e preferencialmente que fiquem num vaso definitivo, para que não seja necessário passar para um outro maior quando crescerem.

Esse cultivo é bem delicado, como dissemos, então é preciso tomar alguns cuidados. Se for transportar a planta para outro vaso maior depois que as sementes brotarem, é imprescindível que a muda esteja com no máximo 10 cm de altura, além de que essa alteração precisa ser imediata.

 

Como plantar o tomate e cultivar no vaso

Depois de germinadas, as sementes de tomate se tornarão brotos que não podem ser transportados de vaso após 10cm de altura. (Foto: Ex Corde)

 

Os tomateiros não são bem suscetíveis à mudança, então se a troca de lugar demorar pra acontecer eles perdem a umidade na raiz e podem morrer. Para evitar o problema, melhor já plantar as sementes num vaso que não precisará ser modificado depois, ok?

Nossa segunda opção é um pouco mais simples. Utilizar mudas ao invés de sementes pula a etapa de germinação e poupa um tempinho considerável. Para quem é ansioso por resultados rápidos, sem dúvida é a melhor alternativa!

Se optar pelas mudas, avalie se ela tem a raiz branca, se não há flores e se as folhas estão verdes e saudáveis. Folhas amarelas mostram que a planta não está muito sadia ou já está envelhecida. Atenção com os detalhes faz toda a diferença, certo?

 

Mudas de tomate para plantar em casa

Procure sempre mudas de folhagem verde e aspecto saudável para plantar em sua casa. (Foto: Hidroceres)

 

Após acomodar o cultivo no vaso, faça as regas regulares e se possível sempre adicione fertilizante à terra durante o período de crescimento. Quando a planta começar a apresentar as primeiras flores, corte a parte superior do caule principal. Isso fortalecerá os frutos que virão!

Além de cortar a extremidade do caule, amarre a ele uma estaca, fixando na terra e apoiando o tomateiro. Isso é fundamental para que ele tenha suporte no crescimento e não entorte com o peso dos tomates que nascerão, evitando que a planta adoeça.

 

Estaca para sustentar o Tomate no vaso

Utilizando uma estaca amarrada ao caule, o tomateiro crescerá sem vergar com o peso dos frutos. (Foto: Kitchengarden Diaries)

 

Estacas e gaiolas para sustentar o tomate no vaso

Uma outra opção de suporte são as gaiolas ao redor do tomateiro, onde a planta pode naturalmente se prender e se sustentar. (Foto: Prendada e Caprichosa)

 

Aí é só esperar a colheita! Quando os tomates começarem a nascer, sempre utilize repelentes naturais para que eles não sejam atingidos por pragas e insetos como pulgões e formigas que, assim como nós, amam tomates!

Na hora de colher, não se esqueça da delicadeza do tomate, nunca puxe de uma vez. A dica é ir girando o fruto devagar até que ele se solte dos galhos gentilmente. Se estiver clima frio, é possível colher mesmo que estejam verdes e deixar que amadureçam em casa, num lugar que faça sol.

Assim você terá sempre à mão uma colheita deliciosa e saudável vindo da sua própria plantação! Bacana, né?

Dá pra plantar outras hortaliças em casa também, mesmo que você more num lugar pequeno. É só fazer uma horta urbana! Sabe como? Dá uma conferida no nosso DIY sobre mini hortas pra ficar por dentro de todos os detalhes!

Se alimentar bem é fundamental e, quando é a gente mesmo que faz, fica ainda mais gostoso, não é verdade?

 

por Camila Viol.

 

Fontes: Pindorama – Como produzir alimentos orgânicos | Jardinaria | Feminina | Hortazen | Dicas Online – TV