Loteamentos
e Incorporação
Av. Higienópolis, 70
Londrina - PR
Segunda à sexta-feira
8h - 18h | Sáb 8h - 12h
Atendimento
(43) 3373-7979

Doria e o estilo dos bons prefeitos

O novo prefeito de São Paulo, João Doria, que acaba de completar dois meses no cargo, despertou interesse e elogios de empreendedores do setor imobiliário ao visitar o Secovi-SP em 22 de fevereiro para fazer uma palestra. Eleito em 2 de outubro já no primeiro turno, com 53% dos votos válidos, algo inédito na grande metrópole paulistana, Doria tornou-se personalidade de âmbito nacional graças às suas atitudes inovadoras, mostrando aos novos prefeitos do País uma forma de recuperar os municípios ultimamente mal-administrados. As pesquisas de opinião pública indicam elevado índice de aprovação de João Doria, cuja rejeição se limita a uma minoria que chega a defender a pichação de edifícios e monumentos – crime agora punido por meio de multa.

 

João Doria na SECOVI - SP

 

Juntamente com a secretária de Urbanismo e Licenciamento, Heloisa Proença, o prefeito Doria se comprometeu, no Secovi-SP, a revisar as leis de ocupação de solo. “Estamos trabalhando na readequação de leis específicas de ocupação do solo, privilegiando as atividades econômicas sem prejuízo do bom ambiente urbano e da qualidade de vida”, disse a secretária. Para isso, a Pasta está contando com o apoio de mais de 30 entidades de classe, universidades e agentes do setor. As propostas podem ser encaminhadas até este fim de semana. “Daremos a devolutiva após o Carnaval para, até o fim de março, encaminharmos o projeto de lei à Câmara municipal para votação com urgência. A cidade tem pressa”, comentou.

 

João Doria na SECOVI - SP

 

Doria e Heloisa também se comprometeram a revisar as diretrizes das operações urbanas Água Branca e Água Espraiada, no sentido de impulsionar a produção imobiliária. “Na Água Branca, por exemplo, vamos rever os valores de Cepac, que, na gestão anterior, foram multiplicados por dois, pela Câmara municipal, inviabilizando a adesão do setor privado”, disse a secretária.

Fernando Chucre, secretário de Habitação, assegurou que os processos de licenciamentos caminham para ganhar mais celeridade, frisando a integração com o governo estadual para os processos que travam a atividade imobiliária na cidade. O secretário também discorreu sobre as iniciativas da Prefeitura para potencializar a construção de unidades do Minha Casa, Minha Vida, principalmente na faixa 1, que beneficia as famílias de baixa renda e cujo valor dos imóveis contam com maiores subsídios do governo.

Doria destacou que suas ações visam a tornar São Paulo uma cidade notadamente global. “Quatro anos serão suficientes para isso. Não pretendo me reeleger. Basta trabalhar 16 horas diariamente, dobrando o expediente, que faremos em quatro anos um governo de oito anos”, afirmou.

 

Fonte. AELO – Boletim Online 639