Loteamentos
e Incorporação
Av. Higienópolis, 70
Londrina - PR
Segunda à sexta-feira
8h - 18h | Sáb 8h - 12h
Atendimento
(43) 3373-7979
26 dez 2017

Cultura e diversão fazem de Paraty um lugar apaixonante

Intensa vida cultural de Paraty conquista turistas e moradores, fazendo da cidade uma referência em cultura e conhecimento.

Se Paraty é uma cidade que encanta pelas inúmeras belezas naturais com um riquíssimo complexo de ilhas e praias exuberantes, mata preservada e registros reais da História Colonial do Brasil, acredite, ainda existem mais motivos para se surpreender.

A vida cultural de Paraty é um verdadeiro oceano de boas opções que se dividem em Música, Cinema, Literatura, Teatro, Exposições e Artesanato. O trabalho em favor da Cultura local é feito com primor através de parcerias entre a administração pública e privada, fazendo de Paraty um lugar para se admirar.

Envolta por toda essa atmosfera cultural de referência no país e no mundo, Paraty promove em seus diversos pavilhões e casarões coloniais a descoberta de atrações diferenciadas e experiências memoráveis para todos que frequentam suas mostras e festivais.

Para desvendar essas experiências singulares, vamos conhecer um pouco mais sobre as atrações de maior destaque na cidade como Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), a Casa da Cultura, Igrejas datadas dos séculos XVIII e XIV, o Centro Histórico e o belíssimo artesanato de comunidades caiçaras e quilombolas.

Vamos fazer juntos esse incrível tour cultural? Vem, que tem muita coisa boa!

 

Flip – Festa Literária Internacional de Paraty

De todos os eventos culturais de Paraty, a Flip é, sem dúvida, um dos mais marcantes. A Festa Literária de Paraty é conhecida no Brasil e no mundo por reunir grandes autores e escritores nacionais e internacionais.

A festa é referência, inclusive, em países que contam com eventos similares e de grande importância no contexto literário, como Canadá e Itália, que promovem o Festival Internacional de Autores (Toronto) e Festival Letteratura (Mantova), respectivamente.

FLIP - Festa Literária Internacional de Parat

A Festa Literária Internacional de Paraty atrai milhares de visitantes todos os anos. (Foto: O Progresso)

 

O grande sucesso da Flip está em sua proposta intimista, que aproxima autores renomados e o público em diálogos abertos e informais sobre os mais variados temas. Teatro, Cinema, Ciência e assuntos de esfera social e acadêmica são abordados na grande Tenda dos Autores e em locais específicos para mesas redondas, debates e outras atividades.

Subdividida em diversos polos como a Casa da Cultura, a Capelinha e outros espaços cheios de cultura e história previamente selecionados pela organização, a Flip acontece todos os anos desde 2003, quando teve sua primeira edição, homenageando o célebre poeta Vinícius de Moraes.

A Festa passou, desde então, por diversos e memoráveis nomes da nossa literatura como Clarice Lispector, Machado de Assis, Graciliano Ramos e Lima Barreto com o objetivo de valorizar, merecidamente, ano a ano, grandes autores brasileiros.

FLIP - Tenda dos Autores em Paraty - RJ

Na Tenda dos Autores ocorrem sempre bons e interessantes debates entre escritores e o público apaixonado pela Flip. (Foto: Flip)

 

Dentro da mesma proposta agregadora, a Flip conta também com “versões” destinadas ao público infantil e jovem através da Flipinha e da Flipzona, que levam entretenimento através de oficinas criativas e atividades de confecção e documentação de material audiovisual sobre o patrimônio cultural de Paraty.

Flipinha - Feira Literária Internacional de Paraty

A Flipinha conta com oficinas e bibliotecas para alimentar e estimular o lado criativo das crianças. (Foto: Livros Só Mudam Pessoas)

 

Durante os dias do evento, a cidade recebe turistas do mundo todo e apaixonados por livros e pela cultura. A cidade ganha ainda mais atrações diferenciadas e uma programação toda especial em praças, bares e restaurantes.

A culinária local, aliás, é uma atração à parte. Recentemente, a UNESCO incluiu Paraty em sua seleta lista de Cidades Criativas no quesito Gastronomia, levando a cidade a um patamar de referência.

Os premiados restaurantes elaboram cardápios que prezam por requinte e sabor através de preparos que vão desde as curiosas combinações da culinária caiçara até os clássicos da gastronomia francesa.

 

Confira os melhores e mais conceituados restaurantes de Paraty!

 

Durante a Flip, a cidade toda respira cultura e compartilha de uma atmosfera diferenciada que pode ser sentida nos restaurantes, cafés, pousadas, praças e ruas. Em 2018, a Festa comemora 15 anos e as datas já estão definidas: 25 a 29 de julho. Programe-se!

Flipinha em Paraty - RJ

Ler faz bem! Programe-se e vá conhecer a extraordinária Flip, em Paraty! (Foto: Estrela Tours)

 

Casa da Cultura Câmara Torres

O Centro Histórico de Paraty é inteiro belo, isso é incontestável. Dentre as tantas belezas que datam do Brasil Colonial e guardam um verdadeiro retrato da História do nosso país, está a casa da Cultura Câmara Torres, um dos casarões de destaque em Paraty.

Longe de ser um mausoléu em ruínas, a Casa da Cultura chama a atenção por preservar toda a riqueza cultural e histórica de uma arquitetura que data de meados do século XVIII em grandes paredes e janelões em estilo colonial.

Casa da Cultura em Paraty - RJ

A Casa da Cultura é envolta pela beleza típica da arquitetura colonial no Brasil. (Foto: Jornal O Globo)

 

O espaço foi inaugurado em 2004 e, desde então, abriga exposições e mostras de obras artísticas como fotografia, música, artes plásticas, pintura e outras formas culturais. Há, inclusive, uma exposição permanente de um trabalho audiovisual que aborda depoimentos de moradores e apaixonados por Paraty.

Dentro do casarão, há diversas salas para desfrute de exposições e prestação de serviços culturais: a Sala de Música, para ministrar aulas; Sala Águas, para aulas de artes; as salas Natalino Silva, Samuel Costa, Dona Geralda e o Salão Nobre para exposições; o Auditório com capacidade para 150 pessoas destinado a eventos e o Café Cultural, para exposições fotográfica, drinks e aquele café que combina com poesia.

Casa da Cultura em Paraty - RJ

A parte interna da Casa da Cultura conta com vários espaços direcionados para a exposições artísticas. (Foto: Era pra ser Brigida)

 

Às quintas-feiras acontece na Casa da Cultura a Quinta Justa, um evento que promove a programação de ótimos shows musicais. E o melhor? A entrada é gratuita todos os dias, fornecendo inclusive acesso à internet no Café Cultural.

Casa da Cultura em Paraty

Um local para relaxar: O Café Cultural promove tranquilidade e beleza durante o cafezinho. (Foto: Paraty Cultural)

 

O casarão funciona diariamente, exceto às segundas-feiras, das 10h às 22h e aos domingos das 10h às 16h. Como dissemos, a entrada é franca, um motivo a mais pra não deixar de conhecer esse espaço fantástico!

A Casa da Cultura, por dentro e por fora, é um convite à uma viagem pela História e pelas diversas vertentes culturais locais, do Brasil e do mundo. Não dá pra perder, né?

 

Centro Histórico de Paraty

E já que estamos falando em viagens pelo túnel do tempo, um passeio mais aprofundado pelo Centro Histórico de Paraty merece destaque. Andar pelas ruas de paralelepípedos da região mais antiga da cidade, preservada cuidadosamente, é como conhecer um pouquinho do período colonial no Brasil.

Centro histórico de Paraty - RJ

Repleto de cores e belezas, o calçadão do Centro Histórico de Paraty promove uma verdadeira viagem ao passado! (Foto: Days Tour 4u)

 

O centro paratiense foi tombado como Patrimônio Histórico, datando do século XVIII, uma época marcada pelo Ciclo do Ouro e pelos tristes e longos anos de escravidão. Em Paraty, a História ficou registrada nas vias de pedra, casarões amplos e coloridos, igrejas tipicamente barrocas e no caminho do ouro, que partia de Minas Gerais, passava por ali até chegar ao porto no Rio de Janeiro.

Para preservar ainda mais esta verdadeira relíquia, foi proibido o tráfego de automóveis no Centro Histórico. Assim, só é possível transitar pelas ruas do local a pé, o que se revela uma alternativa muito mais agradável para visitar as lojinhas de artesanato e souvenires que transmitem muita cultura e alegria a quem passa.

Lojas de artesanato e bares em Paraty

Entre lojas de artesanato e bares, o clima em Paraty é sempre de muita alegria e descontração. (Foto: Compartilhe Viagens)

 

Já aproveitamos pra deixar uma dica importante aqui a quem planeja passear pelo Centro Histórico de Paraty: esqueça o visual refinado! Tentar andar de saltos, por exemplo, em meio aos paralelepípedos irregulares das ruas é, não apenas cansativo, como requer cuidado! As pedras são escorregadias e facilmente podem desequilibrar, então opte pelo tradicionais chinelos, tênis e rasteirinhas.

Centro histórico de Paraty

Todo o cuidado é preciso nas ruas de pedra desniveladas e de diversos tamanhos do Centro Histórico! (Foto: Traveler BR)

 

Aproveite para curtir os diversos bares e restaurantes maravilhosos que ficam no Centro Histórico, além de visitar a Casa da Cultura, é claro. Dar uma passada pelas igrejas construídas há quase 3 séculos também é imperdível!

Por falar em igrejas, vamos ver um pouco mais detalhadamente sobre elas?

 

Igrejas Históricas de Paraty

As igrejas católicas da cidade de Paraty são, definitivamente, um atrativo à parte. Mesmo quem não é religioso ou segue outras religiões que não sejam o catolicismo, precisa ver de perto o registro histórico das estruturas barrocas e neoclássicas.

Algumas foram construídas em meados de 1700, outras um tanto mais recentes, mas todas elas compartilham das belezas arquitetônicas e dos traços característicos da arte sacra, sendo que uma delas, inclusive, abriga um museu para artefatos relacionados a História Católica no Brasil.

Este é o caso da Igreja de Santa Rita dos Pardos Libertos, a mais antiga em Paraty, datada de 1722. A estrutura de cal e pedra passou por uma restauração e foi reaberta ao público em 2015, trazendo depoimentos gravados de representantes de todas as religiões cultuadas na cidade em 3 idiomas, com o objetivo de enfatizar que o respeito entre todos é o que deve prevalecer.

Dentro da igreja, há o Museu da Arte Sacra, com o acervo de diversas peças religiosas em ouro e prata, além de mobiliários e candelabros da época em que não havia iluminação elétrica no município.

A arquitetura estrutural encanta pela simplicidade de sua torre única com o sino no alto e grandes janelões ao estilo colonial. Um local preservado diretamente do século XVIII para os dias de hoje!

Igreja de Santa Rita em Paraty - RJ

A Igreja de Santa Rita é um dos cartões-postais da cidade, de beleza rudimentar e encantadora! (Foto: Paraty Vip)

 

Outra igreja que encanta em Paraty é a Matriz de Nossa Senhora dos Remédios, erguida em 1873, mais de um século e meio depois da construção da Igreja de Santa Rita. Neste ínterim, o estilo barroco deu lugar ao neoclássico, trazendo uma arquitetura que impressiona pela beleza de suas grandes torres.

Dentro, quatro pequenos altares, duas capelas e o altar central, que guarda a imagem da Padroeira da cidade, evidenciam a grandiosidade da estrutura. Para completar a perfeição da obra, a construção está localizada de frente para o mar de Paraty, completando um cenário que parece pintado à mão.

A Matriz Nossa Senhora dos Remédios é imponente e tem a arquitetura mais elaborada. (Foto: Wikimedia Commons)

 

Igreja Nossa Senhora dos Remédios em Paraty

Situada de frente para o mar, a igreja compõe uma bela paisagem entre o concreto de sua estrutura e a natureza exuberante que a rodeia. (Foto: EBC)

 

Entre 1722 e 1873, construiu-se no município a Igreja Nossa Senhora das Dores, datada de 1800. Devido ao desgaste pelo tempo, a obra passou por uma grande restauração em 1901, e hoje preserva traços fiéis da arquitetura colonial do Brasil.

A Igreja Nossa Senhora das Dores carrega as marcas do Brasil Colônia através de sua ampla estrutura e grandes portas e janelas. (Foto: Flickr – Rodrigo Soldon)

 

Por fim, a Igreja de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito acompanha as demais em beleza, cultura e muita história. Erguida em 1725, o templo se localiza no Centro Histórico de Paraty, envolta a uma atmosfera toda especial.

Na época em que o país ainda era Colônia de Portugal, a Igreja de Nossa Senhora do Rosário era onde os escravos buscavam oração, alívio e cura para as dores do corpo e da alma. Por ser localizada num dos locais de maior movimento em Paraty, o templo já passou por reformas e hoje é um dos mais visitados na cidade.

Igreja Nossa Senhora do Rosário em Paraty

A pequena e rudimentar Igreja de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito é destino de turistas e moradores o ano todo. (Foto: Guri Estradeiro)

 

Todos sabem que há um grande potencial turístico em Paraty e um alto número de visitantes todos os anos. Mas nem de longe esse é um fator que desagrade aos moradores. Na verdade, a população local e nativa se orgulha de poder mostrar a todos as belezas de sua terra!

 

O artesanato indígena, caiçara e quilombola em Paraty

Muita história permeia as ruas de Paraty em suas praças, travessas, igrejas e casarões. E a comunidade indígena, caiçara e quilombola da região faz questão de preservar e perpetuar toda essa riqueza cultural através de seus costumes e trabalhos.

A arte cuidadosamente elaborada pelas comunidades fica evidente em cada banca e lojinha no centro histórico, nas praças e praias de Paraty. O artesanato local é um retrato bem feito das habilidades artísticas do povo paratiense em suas cestas, remos, esteiras, canoas e belíssimas miniaturas de embarcações.

Os barquinhos de madeira chamam a atenção de adultos e crianças: seja para brincar na água, seja para admirar a minúcia de um trabalho delicado e simplesmente perfeito para utilizar como peça decorativa.

Artesanato local de Paraty - RJ

O trabalho artesanal dos barcos de madeira são um atrativo à parte feito com perfeição pelas comunidades nativas. (Foto: Argosfotos)

 

Além dos barquinhos de Mamanguá, os nativos de Paraty tiram sustento de um excelente artesanato em cestaria, confeccionando cestos trançados em diversos estilos e tamanhos a partir de fibras naturais extraídas diretamente da Mata Atlântica.

Cestas: artesanato em Paraty - RJ

Grande fonte de renda para as comunidades paratienses, o artesanato cesteiro é feito com fibras naturais e de muita qualidade. (Foto: Paraty, Turismo e Ecologia)

 

A comunidade quilombola do Campinho da Independência é uma das maiores de Paraty e um importante atrativo cultural da cidade. O quilombo nasceu no final do século 19 a partir da reunião de 3 ex-escravas e hoje abriga 150 famílias que vivem dos trabalhos de plantio, oficina de jongo, artesanatos e de um excelente restaurante de comida típica de raiz.

Restaurante do Quilombo em Paraty - RJ

O restaurante da comunidade quilombola traz toda a riqueza dos produtos da terra em seus pratos de culinária simples e muito saborosa! (Foto: Paraty, Turismo e Ecologia)

 

Confecção de roupas no Quilombo em Paraty

O trabalho manual de confecção de roupas é feito com primor pelos membros do Campinho, conquistando os visitantes do Quilombo. (Foto: Paraty, Turismo e Ecologia)

 

A comunidade promove também visitas até a Cachoeira da Toca do Boi, aos habitantes mais antigos do quilombo, à Casa do Artesanato e à Casa da Farinha, sendo por isso muito procurada por turistas. Sem dúvida, o local é cheio de trabalhos que encantam e surpreendem!

A visita até a Comunidade Quilombola do Campinho reserva bons momentos e muitas belezas locais! (Foto: Quilombo Campinho da Independência)

 

Ilhas paradisíacas, trilhas que levam a santuários naturais, gastronomia de altíssima qualidade e intensa vida cultural são alguns dos elementos que fazem de Paraty um lugar inigualável e que compõem o cenário de uma cidade promissora e inquestionavelmente apaixonante!

 

por Camila Viol.

Fontes: Férias Paraty | Paraty Cultural | Flip