Loteamentos
e Incorporação
Av. Higienópolis, 70
Londrina - PR
Segunda à sexta-feira
8h - 18h | Sáb 8h - 12h
Atendimento
(43) 3373-7979
31 jan 2018

Bloco da Lama promove alegria no Carnaval em Paraty

O Bloco da Lama e uma programação recheada de shows promete fazer a festa no carnaval da cidade.

A temporada de folia está oficialmente aberta em Paraty! Após um réveillon repleto de música, diversão, fogos e belezas memoráveis, está chegando o Carnaval 2018 para a alegria dos foliões.

O Carnaval em Party chama a atenção de curiosos de todo o Brasil e turistas do mundo afora. O motivo? Tradição, marchinhas típicas da data e blocos que trazem em si muita riqueza na origem de sua história.

É impossível não se deixar levar pelas batidas de todos os ritmos que passam desfilando pelo centro histórico de Paraty, os rituais festivos do famoso Bloco da Lama e toda alegria dos shows musicais espalhados pela orla e outros pontos da cidade.

Para 2018, o carnaval de Paraty preparou uma programação cheia de boas atrações que prometem divertir os foliões todos os dias com shows animados, trio elétrico e blocos carnavalescos.

Além do cronograma especial, um elemento do carnaval paratiense é destaque no Brasil e no mundo, tendo seu reconhecimento até mesmo na mídia internacional. O Bloco da Lama é um dos maiores e mais tradicionais na cidade!

 

Origem e tradição do Bloco da Lama

Bloco da Lama - Mangue do Jabaquara

O Bloco da Lama atrai mais de 4 mil pessoas que agitam o carnaval de Paraty. (Foto: G1)

 

A origem do Bloco da Lama é curiosa e totalmente despretensiosa. Tudo começou dias antes do carnaval de 1986, quando dois amigos capturavam caranguejos no mangue do Jabaquara. Para se prevenir da picada de insetos, os dois espalharam lama por todo o corpo e, assim, se descobriram irreconhecíveis e, naturalmente, engraçados.

Diante disso, tiveram a ideia de retornar ao local no sábado de carnaval na companhia de mais alguns amigos. O grupo se enlameou por completo e saiu pelas ruas da cidade causando estranhamento, curiosidade e muita simpatia dos foliões.

Isto bastou para que, no ano seguinte, grupos maiores repetissem o gesto e incrementassem a ideia um pouco mais. Utilizando-se de adereços naturais como plantas, colares de pedras, caveiras de boi e etc., os enlameados se fantasiaram de homens pré-históricos e mais uma vez tomaram as ruas ao som do tradicional grito de guerra “Uga uga rá rá!”.

Bloco da Lama - Mangue do Jabaquara

Os participantes, cobertos com a lama do mangue do Jabaquara, fazem a festa com alegorias e adereços que remetem aos homens pré-históricos. (Foto: Luciana Serra)

Assim surgia o Bloco da Lama, o maior bloco de Paraty, que atrai mais de 4 mil foliões todos os anos no sábado de carnaval para percorrer o trajeto que parte do mangue do Jabaquara, passa pela praça da Matriz e finaliza num banho merecido na Praia do Pontal ou nas águas doces do Rio Perequê-açu.

O sucesso do bloco vai além do figurino pré-histórico e do grito de guerra. O grande sentido de cada etapa realizada pelos foliões está na purificação física e espiritual de cada um, com um típico ritual para espantar os maus fluídos.

A lama do mangue do Jabaquara passada no corpo é completamente pura e tem ricas propriedades medicinais, devido à presença de iodo e enxofre. Protegidos com essa lama, os foliões têm a incumbência de levar alegria à cidade através de gestos, coreografias e músicas.

Apenas quando todas as energias negativas já tiverem se dissipado é que o bloco finaliza suas atividades com um merecido banho em águas doces ou salgadas que irão remover a lama e purificar o corpo e a mente de cada um dos participantes.

Bloco da Lama - Paraty - RJ

A alegria é estampada no sorriso de cada um dos foliões do Bloco da Lama. (Foto: Solidário Notícias)

 

Aliado a isso tudo, está a preocupação dos organizadores do bloco e da Prefeitura de Paraty com a preservação dos mangues no ecossistema e também com a limpeza e proteção à cidade, já que se trata de um Patrimônio Histórico.

Há sempre uma forte política de divulgação sobre os hábitos saudáveis do Bloco da Lama que contrariam qualquer atividade de depredação do patrimônio e que leve sujeira às ruas, carros e pessoas que não participem do bloco.

Por essas e outras é que o Bloco da Lama atrai tantos foliões todos os anos. A tradição diz que, quando alguém participa uma vez, ele certamente voltará nos anos seguintes para repetir o ritual, renovar suas energias e dar continuidade ao costume que faz do Bloco da Lama o maior de Paraty.

 

Blocos e atrativos do Carnaval em Paraty

Além da particularidade irreverente trazida pelo Bloco da Lama, a cidade conta ainda com outros blocos divertidos e que enchem de entusiasmo os foliões.

Os Paulos, Vamos que Tô, Meninos do Pontal, Paraty do Amanhã, Acadêmicos da Patitiba, Tribo do Samba e Mangueira são alguns dos principais blocos que preenchem com muita alegria a programação de Carnaval da cidade.

Bloco da Mangueira - Carnaval em Paraty

O Bloco da Mangueira é um dos programados para sair às ruas de Paraty, levando música, diversão e muita a festa aos participantes. (Foto: Portal D Moto)

 

Os Caras de Pau, o Nega Maluca e o Bloco das Piranhas são blocos carnavalescos um pouco menores, mas ainda assim cheios de alegria para levar entretenimento e muita festa ao público. Os foliões podem contar também com espetáculos e shows que unem tradição, arte e muita música com o Arrastão do Jabaquara e os Assombrosos do Morro.

Bonecos no Carnaval em Paraty

Os grandes bonecos de papel machê não podem faltar à tradição de um bom carnaval. (Foto: Mauro Segura)

 

Paraty traz uma atmosfera toda especial, que promove a interação entre adultos e crianças, todos celebrando a festa juntos de forma inocente e com a tradição dos antigos carnavais. As fantasias divertidas, bonecões de papel machê e marchinhas de carnaval ganham as ruas do Centro Histórico de uma forma que contagia visitantes e moradores.

A cidade é toda tomada por uma programação versátil e diferenciada. Os bares e restaurantes oferecem um cardápio variado, com iguarias de dar água na boca. A cozinha paratiense é reconhecida no mundo todo, o que colocou a cidade no hall de Cidade Criativa de Gastronomia, pela UNESCO.

Gastronomia de Paraty - RJ

A excelente gastronomia de Paraty é aclamada e reconhecida dentro e fora do país. (Foto: Viagem e Turismo)

 

Conheça os 15 melhores e mais conceituados restaurantes de Paraty!

Se as noites são animadas, os dias em Paraty podem ser muito bem aproveitados para curtir as belas praias e ilhas da chamada Costa Verde. São mais de 90 praias e 65 ilhas que fazem jus ao nome e encantam com águas cristalinas e natureza exuberante.

Ilha do Pelado - Paraty - RJ

A Ilha do Pelado é uma das belíssimas ilhas de águas transparentes e muitos tons de verde em Paraty. (Foto: Viaggi)

 

Confira as melhores ilhas para conhecer em Paraty!

Para quem gosta de aventura, trilhas por matas intocadas levam a praias paradisíacas e praticamente desertas a serem descobertas. Para quem tem mais preparo físico e disposição, uma subida difícil até o pico do Saco do Mangaguá é coroada com uma das mais belas vistas panorâmicas de todo o litoral fluminense.

Saco do Mamanguá - Paraty - RJ

Um visual paradisíaco e de tirar o fôlego! A vista do alto do Saco do Mamanguá recompensa todo o esforço de uma longa subida. (Foto: Guia Viajar Melhor)

Prepare a mochila, os apetrechos e trace o itinerário de trilhas e passeios incríveis para fazem em Paraty!

Mas não é só o carnaval e o Ano Novo que são datas especiais em Paraty. O ano todo a cidade promove grandes eventos culturais, com exposições de arte, literatura, fotografia, cinema, festivais e muita música. A Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP) é sempre muito aguardada e reconhecida mundialmente.

Festa Literária Internacional de Party

Conhece a FLIP? Um dos maiores festivais literários do país não pode ficar de fora do seu cronograma! (Foto: Amiga da Leitora)

 

Confira mais sobre a FLIP e entenda porque cultura e diversão fazem de Paraty um lugar apaixonante!

 

Vale a pena conferir de perto tudo o que Paraty tem a oferecer, não é mesmo?

 

por Camila Viol.

Fontes: Paraty Online | Bloco da Lama Paraty | Mapa de Cultura