Loteamentos
e Incorporação
Av. Higienópolis, 70
Londrina - PR
Segunda à sexta-feira
8h - 18h | Sáb 8h - 12h
Atendimento
(43) 3373-7979

Produlote, programa de financiamento da Caixa Econômica é anunciado em grande evento

Grandes empresários do setor e o Presidente Michel Temer compareceram ao anúncio do Produlote, programa desenvolvido pela Caixa Econômica.

A HF Urbanismo foi conferir de perto na última terça-feira, 08/08, na sede da Secovi-SP (Sindicato da Habitação) o lançamento do Produlote, linha de crédito para produção de lotes urbanizados desenvolvida pela Caixa Econômica Federal.

O evento contou com a participação de empresários, autoridades, presidentes de entidades de classe, imprensa e também do Presidente Michel Temer, que acompanhou pessoalmente o anúncio do Programa devido à importância para o setor e para a economia.

O diretor da HF Urbanismo, Henrique Favoretto de Oliveira, fez questão de presenciar o evento e conhecer os benefícios e vantagens oferecidos pelo Produlote ao segmento e seus possíveis reflexos diretos no mercado e ao público consumidor.

A linha de financiamento da Caixa às loteadoras deve flexibilizar as negociações entre os empreendedores e o Banco, beneficiando também os compradores, que consequentemente encontrarão lotes a preços cada vez mais acessíveis.

Produlote: programa de financiamento pela Caixa Econômica Federal

Empresários, autoridades, presidentes de entidades de classe e imprensa compareceram ao anúncio do Produlote

 

O presidente da República Michel Temer esteve na sede do Secovi-SP, durante lançamento do Produlote, linha de crédito para produção de lotes urbanizados desenvolvida pela Caixa Econômica Federal, atendendo a antigo pleito do setor de desenvolvimento urbano.

Produlote: programa de financiamento pela Caixa Econômica Federal

Cerimônia de Lançamento do PRODULOTE – Produção de Lotes Urbanizados. Discurso do Presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi

 

“Só neste ano, serão destinados R$ 1,5 bilhão a essa linha financiamento. Inclusive, quem já tem lote em produção pode recorrer à Caixa para a contratação dessa alternativa”, disse Gilberto Occhi, presidente do banco, emendando que o crédito será limitado a 70% do custo, limitado a 50% do VGV (Valor Global de Vendas).

“Antes mesmo da Lei nº 6.766, que é de 1979, os loteadores buscam junto aos bancos alguma forma de financiar a produção, cuja responsabilidade ficou, até hoje, com o empresário desenvolvedor urbano. Com financiamento direto, os empresários acabam carregando os compradores em suas carteiras de negócios por até 20 anos”, esclarece Caio Portugal, vice-presidente de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente do Secovi-SP e também presidente da Aelo (Associação das Empresas de Loteamento e Desenvolvimento Urbano).

A iniciativa também foi comemorada por Flavio Amary, presidente do Secovi-SP, entidade que há anos pleiteava esse produto em benefício da produção de lote. “É importante aproveitar esse momento para enfatizar que tivemos aprovação da PEC dos gastos, lei da regularização fundiária, inflação em baixa, melhora nos índices de confiança dia a dia, bolsa de valores subindo, entre outros”, acentuou. Fez referência, também, ao início, ainda que modesto, da reversão de um dos indicadores mais cruéis da crise, o desemprego.

Para Michel Temer, presidente da República, o Produlote ajuda a fomentar o crescimento econômico e contribui para a abertura de postos de trabalho. “A construção civil é o setor que mais rapidamente gera empregos”, justificou. Celebrou, ainda, que, mesmo em meio às conturbações políticas, seu governo tenha tocado relevantes ações, muitas delas angulares para a produção da iniciativa privada – casos da modernização das leis trabalhistas e da terceirização.

 

Produlote: programa de financiamento pela Caixa Econômica Federal

Ao lado de Gilberto Occhi, presidente da Caixa; e Michel Temer, Amary lembra que pleito ao financiamento à produção de lote é antigo

 

Trabalho conjunto – O Produlote é a primeira linha de crédito voltada à produção de loteamentos urbanos por empresas loteadores e desenvolvedoras urbanas. O produto ganha a prateleira de crédito imobiliário da Caixa como algo inovador e diferenciado. De acordo com explicações do vice-presidente de Habitação da Caixa, Nelson de Souza, o empreendimento pode ser produzido e contratado em módulos, medida que permite facilitar a produção e as vendas.

Durante a fase de obra, a empresa paga juros e atualização monetária apenas sobre o valor do financiamento liberado, que obedece a evolução do cronograma das obras dos loteamentos. Após a conclusão do empreendimento, a empresa tem até 54 meses para quitar o financiamento.

Para conseguir o financiamento com a Caixa, a empresa tem de preencher uma lista de requisitos, que inclui comprovação de situação cadastral regular e saúde econômico-financeira; apresentação de faturamento anual a partir de R$ 15 milhões; localização do empreendimento em área urbana; aprovação do projeto de implantação do loteamento na prefeitura e dos projetos de infraestrutura. Além de tudo isso, os empreendimentos terão de apresentar demanda mínima de comercialização de unidades, dentre outras exigências.

A Caixa analisa a viabilidade econômico-financeira e negocial do projeto de empreendimento apresentado ao banco, bem como os aspectos jurídicos e de risco de crédito.

 

Caixa esclarece dúvidas sobre o Produlote

Para que as empresas tomadoras de crédito fiquem por dentro do programa, a Caixa elaborou o FAQ (perguntas mais frequentes) a seguir. Leia e esclareça dúvidas.

 

Para qual finalidade foi criada a linha de crédito Produlote?

A linha de crédito foi criada para as empresas loteadoras e de desenvolvimento urbano. O objetivo da linha é apoiar as empresas na produção de lotes urbanizados.

 

Qual impacto da criação da linha de crédito na economia?

O impacto é o incremento na geração de emprego e renda, pelo aumento de crédito ao mercado. Outro ponto positivo é possibilitar o atendimento à demanda do mercado, que é de 215 mil lotes por ano. Outro impacto importante é na redução do custo de produção de lotes. Atualmente, as empresas loteadoras e de desenvolvimento urbano se financiam por meio de private equity, recursos próprios, securitizações e FIDC (Fundos de Investimentos em Direitos Creditórios).

 

Quais as condições para a empresa participar do Produlote?

Para a empresa participar do Produlote ela tem de atender as seguintes condições: ser urbanizadora ou loteadora, com faturamento superior a R$ 15 milhões; possuir experiência com a execução de loteamento; estar com situação cadastral regular e ter condição econômico-financeira para tomar crédito.

 

Qual fonte de recurso será utilizada para a linha de crédito?

Os recursos são do SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo).

 

Como será realizada a distribuição dos recursos por estado?

Os recursos serão distribuídos mediante a demanda. Não haverá distribuição de recursos por Estado.

 

O foco do produto é o lote popular residencial ou os lotes de alta renda?

O Produlote não prevê direcionamento por tipo de lote ou faixa de renda.

 

Qual infraestrutura será oferecida nos empreendimentos?

A infraestrutura a ser oferecida no terreno deve atender às exigências legais. Na linha de financiamento do PRODULOTE pode ser financiada a infraestrutura exigida pelo Poder Público; e as diretrizes emitidas pelas concessionárias – incidente e não incidente, como por exemplo: Limpeza do terreno; Terraplenagem; Arruamento; Pavimentação; Drenagem; Redes de água; Coletora de esgoto; Estação de tratamento; Rede de distribuição elétrica; Iluminação pública.

 

A Caixa vai estimar o valor e a metragem dos lotes?

O valor do lote urbanizado é dado pelo mercado e a metragem é definida pelas diretrizes urbanísticas de cada município. Portanto, a Caixa não faz a gestão dessas variáveis. O que a Caixa faz é a avaliação dos lotes para constatar a aderência do valor de venda com o valor de mercado e se a metragem atende à legislação.

 

Quantos adquirentes (pessoas físicas) devem ser beneficiados, indiretamente, por essa linha de crédito?

Considerando que o Plano de Negócios das Loteadoras e Urbanizados é de lançarem 215 mil lotes por ano, essa pode ser a quantidade de pessoas físicas potencialmente beneficiadas, a depender da velocidade de venda.

 

A Caixa possui linhas específicas para financiamentos de lotes?

Sim. A Caixa têm linhas de financiamento destinadas aos adquirentes (pessoa física) para aquisição de lote; construção em lote próprio do cliente; e aquisição de lote e construção.

 

A Caixa vai oferecer aos clientes linhas de crédito para a construção no terreno?

Sim. Ao final das obras do loteamento, os clientes poderão obter financiamento na Caixa para aquisição de lote, construção em lote já adquirido, e aquisição de lote e construção.

 

Os lotes são apenas para habitação ou poderão ter a finalidade de instalação de comércios?

Os loteamentos poderão ter comércios. Contudo, o financiamento se limitará à parte residencial.

 

Quais as condições (taxa de juros, valores e financiamento) para os clientes adquirirem um lote?

A taxa de juros para o cliente adquirir lote é 12,25% a.a., valor mínimo de financiamento é R$ 100 mil, e o valor máximo é de R$ 1 milhão. A cota de financiamento é de até 50% do valor do lote.

 

Fontes: Secovi – SP e Caixa Econômica Federal

COMUNICADO

Prezado Cliente,

A HF Urbanismo está ao seu lado para enfrentar o novo coronavirus (COVID-19) e a insegurança causada pela pandemia.

Esteja atento às dicas de prevenção, pois o momento agora é de conscientização e muito em breve será de superação. Queremos que você tenha certeza de que pode contar com a HF Urbanismo para manter seu investimento / sonho sem que isso se torne uma preocupação.

Por isso, você está recebendo este comunicado para ficar ciente de que a HF Urbanismo estará enfrentando essa situação junto com você e lhe concederá desconto de 10% (dez por cento), para pagamentos pontuais, no valor do próximo vencimento/parcela, bastando para tanto que faça contato através dos seguintes meios:

Email: [email protected]; [email protected];
Telefones (43) 3373-7979 e (43) 3323-6963

Acaso tenha perdido o vencimento da parcela deste mês, mas queira manter seu pagamento em dia, entre em contato para negociar a situação. A equipe da HF Urbanismo segue totalmente à disposição para quaisquer esclarecimentos.

Atenciosamente.
Data 25/03/2020.
HF Urbanismo.